Ateliê de Cerâmica

A artista Eny Amorim explica que durante a fabricação das peças podem ser utilizadas duas técnicas diferentes. A primeira delas é a cerâmica de alta temperatura aquecida em um forno que chega a atingir 1300º. E a segunda é a queima de Raku, uma técnica milenar originada no Japão no Séc. XVI e que proporciona um aquecimento de até 980º em uma hora em forno pequeno, a gás.

“Nessa técnica as peças são retiradas ainda incandescentes do forno e colocadas em um recipiente fechado com serragem de madeira e resfriadas com jato de água, determinando a identidade única de cada obra. O processo é encantador!”. Lucas segue as fotos em anexo, 01 capa destaque e as outras passando na página.

E é exatamente devido a esse espetáculo a parte que a queima de Raku proporciona aos olhos de quem assiste que a artista reservou o pôr do sol dos sabados para aplicar a técnica ao vivo. (Conforme as condicoes climaticas).

“O Raku faz da arte em cerâmica um verdadeiro espetáculo, por isso, reservamos um momento especial para confeccionar algumas peças aos olhos de todos”

Site: www.estalagemdomirante.com.br/atelie/